quarta-feira, 13 de maio de 2009

Qual país de primeiro mundo? Ou, eu sou palhaça?

Uma coisa que me deixa irritada na Itália é a conexão com a internet. As possibilidades existentes são: fixo, por modem ou celular. A minha escolha foi o acesso por modem (chiavetta) da Vodafone. A princípio o meu plano era Vodafone 100 horas, por mês, no valor de 25 euros. Poderia haver a de 24h, mas seria necessário um contrato de dois anos e cobrança direta no cartão de credito. Fato que não faço nem sob tortura.
.
Quando realizei a compra do serviço eu não tinha domínio do italiano e levei um amigo comigo. Ele fez toda a negociação mas lembro de ter perguntado se seria somente os 25 euros por mês e nada mais. Diante da confirmação, fechamos. Mas no final do mês tive o desprazer de ter que pagar 30 euros. A justificativa foi que eu tinha gasto todos os créditos e era necessário haver um pouco (algo que não fui informada anteriormente). Como não era o caso, teria que pagar este valor. Mas, para me consolarem, disseram que poderia usá-lo futuramente. Como eu ainda acredito em Papai Noel, coelhinho da Páscoa, fadinhas e duendes, acreditei neles. Mentira. Via na cara que estavam passando o bico na estrangeira aqui. Sentia-me como aquela publicidade brasileira que ensinava o consumidor a denunciar os abusos dos comerciantes no PROCON.
.
As quase 3h por dia não eram suficiente para mim. Assim sendo, as 100h acabavam antes do mês. Eis um dos motivos de não atualizar constantemente o blog. Ficar sem net me deixa louca. É a única forma de comunicação, durante a semana, com as pessoas. E, andar naquele negocio me incomodava.
.
Mês passado, depois de uma pequena confusão, troquei de posto onde pago a minha net. A promoção não existia mais e foi necessário fazer outro. Agora tenho 150h, por mês, pagando 25 euros... hahahaha... Vou rir de mim mesma foi já vi este filme.
.
Mas o motivo deste post é. Diferente do pacote anterior, neste eu tenho 5h por dia. Porém, se passo um minuto, perco todos os meus créditos. Como me conheço, tenho anotado os meus horários de conexão. E quem disso que isso me ajudou em alguma coisa! O fato que fiquei novamente sem net. Mas não porque usei tudo o que poderia. Antes, estava dentro do meu tempo. Agora, meu caro leitor, onde posso reclamar? Aqui não tem o Código do Consumidor. Já liguei no numero gratuito e não há nada para fazer.
.
Enquanto isso vou morrendo no dinheiro e comprando horas extras, sendo que eu deveria ter pois já paguei, e tento mandar sinal de fumaça para o mundo.
Mas, ó, quem pensa que a Itália è país de primeiro eu só posso dizer duas coisa: ou não mora aqui; e, se mora, veio lá do lugar onde o Juca perdeu as botas no Brasil, assim, qualquer lugar é melhor. Até o Afeganistão.
.
Pronto! Falei e acabei com o sonho de país perfeito para algumas pessoas.

3 comentários:

Laura disse...

Eu vejo umas coisas aqui tão sem noção também.

Ai quando vem um falar de "pais de primeiro mundo" eu quero dar sopapo.

Boa sorte, pq pelo jeito so assim.
Bjss

egitoebrasil disse...

ehhee adorei o post... realmente estas coisaas de serviço nos tiram do sério!! mas esta de cobrar por horário é complicado!! aqui pelo menos pagamos por boleto o plano anual, e posso usar quanto tempo quiser..

mas lugar perfeito mesmo, será que existe??? acho que a genet que sonha com primiero mundo, mas ele não existe eheheh

Mariachiquinha disse...

Se tem uma coisa que me irrita e muito, é quando tentam (às vezes fazem) de otária. Trabalho o mês inteiro, muito cansativo, daí vem um espartalhão querebdo levar o meu suado dinheiro assim...

Da próxima vez quando quiserem me sacanear, vou ligar pra a central do relacionamento ou atendimento ao consumidor, anotar o protocolor e mais, filmo toda a conversa e coloco no YOUTUBE, pra mundo inteiro saber quem tal empresa é safada.