quinta-feira, 18 de junho de 2009

De volta!

Uma das coisas chatas de morar longe da família é não ter pessoas que levantem a sua bola quando necessário. Ultimamente preciso daquele animo para acreditar que tudo vai dar certo, que é apenas um momento. E onde está a pessoa que sabe falar a coisa certa, e não a conveniente, no momento justo? Esta do outro lado do Atlântico preocupada comigo. Mi manca, mamma!
.
Vou compartilhar o que anda acontecendo. Faço isso para poder mostrar que a vida também não è um mar de rosas aqui na Europa. Seria muito fácil tirar onda e dizer: “olha como a minha vida é maravilhosa”, “ah, hoje estive em Venezia outra vez”! Fazendo isso, seria enganar os poucos que me lêem e, de certa forma, negar para mim mesma o que estou vivendo.
.
O caso:
Vim para Itália com o permesso di soggiorno que é um “visto” que se obtêm através de um parente que italiano e que assume a responsabilidade sobre você aqui no Belpaese. Com este documento, você tem direito a tudo (estudar, trabalhar, saúde, viajar, comprar, vender etc.). De ano em ano, ou conforme a validade, é necessário renovar. Aqui entra o meu drama. Devido alguns problemas, não sei se o meu será renovado. Isto me aflige muito pois não estou preparada para retornar ao Brasil.
.
Não é nada contra o meu país mas é o fato de não ter realizado ainda o que vim fazer aqui, o máster. Somente a possibilidade de voltar um ano depois sem nada nas mãos me aflige muito.
.
Outra coisa que me angustia é deixar a liberdade que conquistei aqui. Mudar de país faz a pessoa descobrir-se e hoje vejo que me tornei mais confiante em mim, mais alegre e independente sem ter que dar satisfação a ninguém e, melhor ainda, sem nenhuma pressão.
.
Voltar seria confrontar pessoas que eu amo e que esperam de mim comportamento que tinha antes de partir. Ok, é fácil dizer: basta mostrar que você não é mais a mesma! Sim caro, muito fácil se a pressão para ser perfeita não acabasse comigo.
.
Bem, depois deste desabafo você pode torcer “um cadim” por mim? Pensamento positivo é sempre bem vindo.
.
Grazie Mille!

3 comentários:

Mariachiquinha disse...

Inshallah voce irá conseguir renovar o seu visto.
E e nquanto isso, força na peruca ;)

Laura disse...

Oi Claudia, essas coisas de documento são sempre meio complicadas ne.

Eu acho muito triste ver que muita gente idealiza uma Europa perfeita, sem problemas, praticamente um paraiso, pois são justamente essas pessoas que falam as maiores bobagens quando nao precisamos ouvir.


Espero de coraçao que você consiga renovar seu visto e principalmente, que seja sem muita burocracia!
Beijos

Grazie disse...

Cau, que eu saiba ainda sou sua irmã... pode contar comigo quando precisar de um ouvido, de um ombro, um nariz...