quarta-feira, 13 de abril de 2011

A parte ruim do lado de cá

Difícil começar este post.
Uma das coisas ruins em escolher viver longe da sua origem, da família, é quando alguém morre. A distância é proporcional ao sentimento de impotência, que é comum nesta situação, mas aumenta pelo fato que você sente a dor sozinho. Não tem como apoiar os demais, nem mesmo ser apoiado. Comprar passagem? Consegue chegar a tempo do funeral? E o trabalho? E os documentos? A mãe está bem? E a "vó"?
Nada. Somente a tristeza por saber que a tia mais presente na minha vida não está mais entre nós.
Eu continuo aqui mas com os pensamentos lá, sofrendo a despedida invisível e pedindo a Deus por minha avó, mãe e primos.

4 comentários:

Juliana Yonezawa disse...

Oi Claudia, que situacao triste, sinto muito!

Pode parecer estranho, mas aqui na Irlanda as pessoas vao pra uma festa no pub logo depois do enterro. E costume deles. Quando perguntei o motivo de todos ficarem sorrindo apos um momento tao triste, eles responderam que celebram a vida da pessoa, que lembram os bons momentos que passaram juntos etc

Talvez vc fique um pouco menos triste se pensar desta forma tb!! Agradeca pelo tempo que passaram juntas e comemore o fato de ela sempre ter sido tao proxima de vc.

Beijo, ju

Sheilinha disse...

Ei Claudinha,

Sinto muito! Nada que eu fale agora vai adiantar mais lembre-se das boas lembranças, tenho certeza que sua tia de onde estiver estará olhando por você.

Celia disse...

Adorei sua visita lá no meu blog. Vim lhe visitar e vi que hoje vc está triste. Realmente qdo se mora longe, como nós, esse é realmente o pior momento. Espero que vc aceite a situacao, sabendo que com certeza, sua tia está bem, no lugar que Deus a colocou agora. Um abraco

Elvira disse...

Claudia.

Um beijo no seu coração.
Sinta-se abraçada por todos.

Elvira