segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Missão: Paris

Vou à Paris. Depois de várias tentativas frustantes de conhecer outros países da Europa chegou a hora de fazer o meu debut. A Cidade Luz será o meu destino neste próximo final de semana. A viagem tinha sido planejada para o fim de janeiro, mas por alguns contratempos precisei antecipa-la para novembro. O resultado é que de certo eu tenho apenas as passagens compradas. Todo o meu planejamento foi mudado. E tudo isso me cria uma tensão grande. Estarei em Paris por três dias sem companhia, sem falar francês nem inglês. Porém sinto que vai ser um divisor de águas para mim. Dos limões se faz uma bela limonada, certo? Eu faço caipirinha! Nada de reclamar por ser diferente do que planejava. Tenho certeza que vou curtir muito. Aguardem fotos (por falar nisso vou fazer um site somente com este propósito). Na mala estou levando a disposição, a coragem e o Pandinha. No mais, tenho em Deus que meu talento para curtir uma viagem vai fazer que esta esperiência seja um marco para mim.
.
Meus roteiros tem a precisão de um planejamento japonês. São detalhados e organizados. Chegando no local eu me deixo levar. Não fico presa a nada. Gosto de caminhar pelas ruas, entrar nos cafés, ver as pessoas passando. Para mim, o bom planejamento funciona para isso, para eu saber onde posso ir, o que fazer (ou não) e me livrar de certas furadas. Por exemplo, eu não vou a Paris para ver um monte de japonês com suas maquinas fotograficas o tempo todo, certo? Então eu tenho que ir a lugares não tão turísico mas incrivelmente fascinantes. Claro, sem deixar para trás os cartões postais. Por isso eu pesquiso muito na net, principalmente em blogs, e vou anotando os restaurantes que quero ir, onde comprar bilhetes para não ficar na fila, museus, espetáculos, qual o melhor panorama de uma cidade, qual igreja é a mais interessante, particularidades de certos locais. Foi assim que descobri os greeters que são voluntários dispostos a mostrar sua cidade natal para turistas estrangeiros. Além de apresentar os pontos turísticos às pessoas, os greeters ainda compartilham informação, experiências e dão dicas práticas para que o turista possa se virar bem na cidade. Por ser um serviço voluntário, tudo isso sai de graça para o turista. A dica veio pelo blog Viver Paris.
.
Outro blog que tem sido fonte de inspiração é o Conexão Paris. De eu pensei em ficar no hotel Taylor Paris que, segundo as indicações de quem seguiu a sugestão, é muito bom, muito bonito e por um preço maravilhoso. Porém, com a alteração da data de minha viagem, planejo ficar no albergue da juventude, MIJE (não ria!), que está localizado no mesmo bairro do hotel, Le Marais. Detalhe: eu quero ficar neste bairro! Eu me encantei com a descrição do lugar por ser frequentado por franceses. Ali tem os melhores restaurantes, pasticcieria, lojinhas e até mercadinho, além de uma história rica, arquitetura imponente e está pertissimo do centro.
.
Para fazer esta viagem, sozinha, comprei o guia da National Geographic (amodevivertudoqueéNG) e outro guia de como falar em francês. Claro que não vou aprender nada em uma semana, mas vou poder mostrar a pergunta para o garçon, vendedor ou "mocinha" com quem eu estiver falando. Pergunta de 1 milhão de dolares: como entender a resposta se não conhece a língua? Deixa baixo (rs). Fora isso, ainda hoje (logo que terminar de blogar) vou compar um celular com GPS e, fazendo como os turistas em Venezia, vou seguindo o navegador até o endereço que quero. Nada de ficar perdido se podemos usar estes mapinhas tecnologicos, certo?
.
Para finalizar ainda tenho que decidir qual museu entrar, qual jardim ir, qual espetáculo assistir. Além de decidir quais restaurantes e o que não posso deixar de comer e beber por . Diante das minhas ansiedades aqueles que estão a minha volta dizem: fica agitada não, vai ver que ainda vai conhecer um francês bonito e sedutor por que vai se apaixonar por você. E eu penso: alguém me belisque... mas AMÉM! (rs)
.
Càspita, ainda tenho muita coisa para resolver em menos de uma semana. Diante disto dou um belo sorriso ao lembrar do comentário de uma amiga que está no Brasil: "Queria eu ter este problema". Ohhh vida chata, viu!
.
Baci a tutti!

8 comentários:

Juliana Rossa disse...

Boa viagem!
Aproveita!

Simplesmente Sân disse...

Você está fazendo o certo, porque tenho trauma de Paris por ter ido sem orientação nenhuma. Talvez algum dia eu tenha a oportunidade de voltar lá e tirar a má impressão que fiquei. Agora, prepara o cartão internacional, porque é caro passear em Paris.
Boa viagem....

Elvira disse...

Ah Claudia! Fiquei com uma vontade.
Quem sabe um dia eu vou também...
Estudo francês há 2 anos, mas ainda me sinto insegura para falar, ainda mais viajando sozinha.
Preciso criar coragem pois por falta de companhia vou acabar passando minhas férias sempre no mesmo lugar.

Aproveite!

Bjs.
Elvira

Cláudia Acourt disse...

Elvira,

Nao faça isso. Nao deixe que o medo te bloque. Olha, eu tbem tenho muito medo. Pode nao parecer mas eu tenho. Porem eu faço que a coragem venha num pinguinho a mais pois nao quero me arrepender de nao ter tentado. Sabe aquela coisa do arrependimento? Pois è, deste sim eu tenho medo. Entao, cabeça no lugar, bom planejamente e voe o mais alto que vc conseguir.
Bjos.

Anônimo disse...

Sua viagem vai ser, (e isso é sim uma profecia, de um profeta não tão legitimado divinamente mas que tá em ascensão com o Mestre) MARAVILHOSA!!! Você vai sentir como é bom se perder (às vezes) e como isso nos faz encontrar-nos (outras vezes). Com sua graça e sua maestria em tratar com as pessoas, tenho certeza que com esse sorrisão lindo e farto, você se encontra facilmente por lá. Cuida do pandinha pra ele não se perder nessa linda cidade e arrasa linda. Aproveite muito essa viagem e lembre-se sempre que você merece. Bacio!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Adorei a precisão japonesa! rs

Paris é linda! Gosto de andar pelas ruas como quem não quer nada... Mas como é primeira vez, planeje mesmo para poder aproveitar tudo!

Devo passar o Natal em Veneza, se estiver por ali...

Beijos

Cris disse...

Tem que ir comer macaron com chocolat chaud à l'ancienne no Ladurée! ;)

LANA disse...

Amei a música.... Não a mal que dure para sempre. Tenho visto sempre o sol escondido nas piores tempestades! FESTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA come um croissant por mim e aprenda logo a frase mais importante : je suis desolée hauahuahuahuahauhau sai falando isso que dá jogo hauhauhauah