sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Ordem e progresso... na Itália


Acabo de voltar do supermercado e me dei conta que há tempos queria falar como é fazer compras por aqui. A palavra de ordem é... ordem. Para começar não existe tantos funcionários rodando dentro do supermercado a disposição do cliente. Já sabendo disso todos colaboram de forma a manter o bom funcionamento e atendimento geral, que já não é uma Brastemp. E carrinho de compra sempre faz uma bagunça. Por aqui não pois quem pega um para utilizar precisa "pagar" para isso tendo o dinheiro de volta no moemnto da devolução. Como? Os carrinhos ficam presos uns aos outros por meio de uma corrente com um gancho, como na foto acima. Para liberar-lo é preciso enfiar uma moeda de 1€. No final, para não perder dinheiro, a própria pessoa tem que levar o carrinho no mesmo lugar aonde pegou, enfiar o gancho na posição contrária e, ecco! , livre com o dinheiro na mão.
.
Alguns podem pensar que 1€ não custa nada portanto pode abandonar o carrinho no estacionamento. Aí entra a questão mais interessante deste discurso, a mentalidade italiana. O povo da Bota vive o ditado "de grão em grão a galinha enche o papo" literalmente. Isto se reflete de forma tão natural no modo de viver que ninguém pensa em dar, a um cliente, bala como troco. Mesmo que seja apenas 0,01€ (as moedas funcionam muito bem!).
Isto porque aqui dinheiro têm valor. Para o italiano aquele dinheiro que se deixa para trás (no supermercado ou pagando estacionamento quando se pode usar bicicleta, por exemplo) significa uma quantia X que ele perde e que poderia ser usado para comprar uma roupa, pintar a casa, fazer uma viagem, trocar o pneu etc. E assim cada um sabe quanto realmente custa cada coisa.
E segue a vida.
.
Ciao!

Um comentário:

Rosy disse...

Quando estive ai percebi isso. Até estranhei quando cobraram 0,5 por um sacola plástica..
Beijos